Por dentroda Nakombi Transportes
Telefonde da Nakombi Transportes

(11) 3739.0543

23

outubro
2013

Os tipos de estoque no e-commerce

Autor: nakombi | Sem Comentários | Categoria: E-commerce,Logística | Tags: , , , , , , , ,

estoque dica logistica ecommerce

Essa dica vai para novos empreendedores que estão iniciando seu negócio na internet, a logística e distribuição são pontos chaves e nada melhor que entender um pouco mais sobre estoque. Ótimo conselho/ dica do autor Roberto Haddad, que esmiúça os seguintes tópicos:

  • Estoque físico único
  • Físico Descentralizado
  • Estoque Compartilhado
  • Estoque Consignado
  • Estoque de Terceiro
  • Terceirização

Por Ecommercenews

Está começando seu e-commerce e ainda não sabe como irá gerir seu estoque? Quer saber qual se adequa mais ao seu negócio?

Veja abaixo algumas opções de gestão de estoque que são aplicados à operação do e-commerce e que podem ser a solução para a armazenagem e logística dos seus produtos.

Estoque físico único:

Espaço em que você aloca seus produtos e que, normalmente, é abastecido seguindo demanda da loja.

Pontos Positivos: Independe de fornecedor terceirizado e possui produto para pronta entrega.

Pontos Negativos: Sobra e/ou estoque excedente, que, dependendo do produto, pode gerar grandes perdas aos lojistas.

Dica: Automatizar gestão do estoque e integrar com plataforma virtual para segurança e garantia de controle.

Físico Descentralizado:

Espalhado por diversas regiões, o estoque descentralizado é uma ótima solução para quem tem problemas de entrega por sazonalidade.

Pontos Positivos: Rapidez e facilidade na logística de entrega

Pontos Negativos: Mais gasto com espaço para armazenagem

Dica: Integre controle de todos os pontos de estoque

Estoque Compartilhado:

O mesmo estoque utilizado para loja física utiliza para a virtual e funciona exatamente como o estoque físico.

Pontos Positivos: Unificação do espaço físico para estoque

Pontos Negativos: Distinção de sistema para gestão de físico e virtual

Dica: Alinhar pedidos de compras da loja virtual para a física em tempo real ou trabalhar com venda na assistida na loja física, que faz a migração da compra física para a online.

Estoque Consignado:

Acordo entre lojistas e fornecedor que permite ao lojista comprar “X” número de produtos e, caso não venda ou utilize até uma determinada data, pode devolver o que sobrou ao fornecedor e pagar apenas pelo que vendeu.

Pontos Positivos: Com esta prática você elimina o estoque excedente e não compromete capital.

Pontos Negativos: Lojistas que operam com estoque consignado normalmente vendem produtos de menor giro no mercado e, normalmente, distribuidor cobra mais caro por mercadoria.

Dica: Ainda que consignado, prever e controlar mínimo de peças para não comprometer espaço físico e gastos desnecessários.

Estoque de Terceiro:

O fornecedor define a quantidade de produtos que o lojista terá para venda na loja. Prática muito utilizada em lojas virtuais multimarcas.

Pontos Negativos: Limitação de produtos para venda

Pontos Positivos: Facilidade na gestão do estoque

Dica: Negociar antecipadamente com fornecedor quantidade mínima de peças e alinhar de acordo com demanda de pedidos na loja virtual.

Terceirização

A terceirização de estoque funciona das seguintes formas:

Drop Shipping ou Triangulação:
Integrado com a distribuidora, todo pedido de compra feito ao lojista automaticamente cai no sistema do fornecedor, passando o controle do estoque para a empresa terceirizada. E, além de estoque, a empresa distribuidora também é responsável pela entrega do produto ao cliente final.

Cross Docking:
Funciona exatamente como o Drop Shipping, mas a empresa distribuidora faz a entrega do produto ao lojista, que fica responsável pela entrego do mesmo ao cliente.

Positivos: Sem custo com espaço e automação de estoque

Pontos Negativos: Estoque centralizado no fornecedor e aumento de controles fiscais.

Dicas: Adquirir plataforma de e-commerce que esteja integrada ao sistema de controle de estoque. Isso permite que o controle da sua loja virtual esteja alinhada e unificada à gestão do estoque, administrando ambos por apenas um canal.

Estes são alguns modelos de logística trabalhadas ao e-commerce. Com a ascensão da demanda de venda online e com a migração das lojas física para o virtual, de certo novos modelos de estoque para o comércio eletrônico irão surgir, além do implemento da tecnologia.

Definir qual o melhor modelo de estoque para o seu negócio irá depender do porte da sua empresa, do que você oferece e do seu investimento.

No entanto, de qualquer maneira, a escolha pede planejamento e análise, para que você não comprometa verba ou tempo em soluções que sejam ineficientes ao seu business. E, ao tomar a decisão, treine sua equipe de back office e implante em sua empresa uma ferramenta que automatize e otimize a gestão dos processos logísticos.

 

Deixe seu Comentário